Imagem capa - Acompanhamento Infantil: mensal ou trimestral? por Camila D'Orazio

Acompanhamento Infantil: mensal ou trimestral?

Quando uma mamãe me procura para fazer acompanhamento infantil do seu bebê sempre vem a pergunta: Mensal ou trimestral? Qual vale mais a pena?

Se você também está nesse dilema, este post foi feito para você!
Além do valor investido, tem outras questões pra pensar.

O ensaio mensal exige mais organização e disponibilidade de tempo.  Já passei por situações em que o ensaio estava marcado, eu fiquei doente e remarcamos para dali duas semanas pois os pais iriam viajar na semana seguinte. Um dia antes da nova data a mãe me avisa que o bebê ficou doente, na outra semana já era Natal e Ano Novo e a família iria viajar. Resumindo, o bebê ficou sem o ensaio de 10 meses. Um mês passa tão rápido, (ainda mais com um bebê em casa né?!) que as vezes é difícil conciliar agendar e lidar com esses imprevistos.
Além de ter mais tempo para agendar os ensaios, as mudanças no desenvolvimento do bebê ficam muito mais nítidas quando você faz um ensaio a cada três meses. Você nota uma diferença muito grande entre um ensaio e outro e até leva um susto ao ver como aquela coisinha pititica se desenvolveu, como já aprendeu a fazer bolinhas com a boca, aprendeu a sentar sozinho, a engatinhar! É muito amor!

E se você está em dúvida entre fazer ou não o acompanhamento, eu digo: faça! Muitos papais se arrependem de não ter feito!

O primeiro ano do bebê é o ano em que ele se desenvolve mais depressa. As coisas mudam e eles aprendem tanto numa velocidade que em nenhum outro momento da vida isso acontece! E passa tão rápido quanto um piscar de olhos! Merece um registro!




Espero ter ajudado e se for fazer um acompanhamento me chama! É uma das minhas maiores paixões e vou ficar muito feliz em poder transformar esses momentos lindos em um tesouro para ser guardado pra sempre!